Ermida de São Roque (Tavira, Santa Maria)

Categoria: Ermidas

A construção da Ermida de São Roque deve remontar ao século XVI, porque São Roque é santo patrono do Regimento de Infantaria de Tavira e da Confraria de São Roque, cuja estrutura composta exclusivamente por militares, atingiu grande fervor nos finais do séc. XVIII.

A Ermida de São Roque foi reconstruída em meados do século XVIII, atribuindo-se a obra ao arquiteto Diogo Tavares de Ataíde (1711-1765), tendo este alterado a configuração da igreja, introduzindo-lhe formas barrocas. Sem prejuízo do culto a São Roque, em meados do século XVIII a ermida é também conhecida por Ermida de Nossa Senhora do Rosário.

Em finais do século XIX, os membros da Confraria foram aliados de D. Miguel, o que levou à sua extinção, quando este foi derrotado por D. Pedro. A partir desse momento, a ermida passa a ser de invocação de N.ª Sr.ª do Rosário, e, no séc. XIX, o templo fica votado ao abandono, sendo mais tarde dessacralizado e nacionalizado após a implantação da República, tendo os seus bens, incluindo a imagem de São Roque, sido transferidos para a Igreja Paroquial de Santiago. Em 1935, a ermida foi adquirida pela Câmara Municipal de Tavira, que a recuperou. Actualmente, o templo encontra-se devoluto, aguardando obras de recuperação. Não tem culto, nem irmandade ou comissão fabriqueira ativa, nem alguma festividade associada.

Contactos e Horário

Museu Municipal de Tavira

Direitos de Autor ou de Imagem

Daniel Santana | Câmara Municipal de Tavira

Bibliografia

Daniel Santana | Câmara Municipal de Tavira

www.igespar.pt

Localização

Largo do Cano, Rua do Alto Cano, 31, Tavira, Santa Maria, Portugal

Pontos de Interesse: Sugestões

A Confraria da Corte foi instituída muito provavelmente no século XVI, na Capela Real, a atestar pela Provisões Régias datadas a partir dos anos de 1533. 

Terreiro do Paço, Lisboa, Portugal

O Império do Divino Espírito Santo de São Roque faz parte do conjunto de Impérios do Espirito Santo que constituem um marco identitário do quotidiano insular. 

Rua da Igreja, São Roque do Pico, São Roque, Portugal

A capela situa-se junto ao rio Tâmega, no topo de um jardim entre a Rua de São Roque e a Alameda da Galinheira. 

Rua de S. Roque, Madalena, Chaves, Portugal