Forte de S. Roque da Meia Praia (Lagos)

O forte foi construído por volta de 1670, por ordem do Conde de Pontével (D. Luís da Cunha e Ataíde), para defender a Praia de S. Roque (antiga denominação da Meia Praia) e a foz da Ribeira da Carrapateira (desaparecida completamente no inicio do século XX). O Forte fazia parte do conjunto de fortificações defensivas da costa, para proteger a cidade de Lagos dos ataques de piratas e corsários.

O sismo de 1755 danificou as estruturas, tendo sido foi reparado em 1796, para servir de elemento defensivo no período das Invasões Francesas. No século seguinte, a estrutura fica ao abandono e em 1873 foi cedida à Alfândega de Faro, sendo aí instalado um posto de fiscalização.

 

Praia de S. Roque

É um extenso areal que se estende desde o Farol de Lagos (molhe este) até ao Forte de S. Roque da Meia Praia. 

Veja no Google Maps.

Localização

Estrada da Meia Praia, junto à EN 125, Km 3, Rua Ribeira de Arão, Lagos

Pontos de Interesse: Sugestões

A capela foi construída no século XVIII, na actual Rua Actor Dias, mas, em 1979, o templo foi desmontado e reconstruído no Parque de São Roque da Lameira.

Parque de São Roque da Lameira, Rua de São Roque da Lameira, Porto, Campanhã, Portugal

A Capela de S. Roque, também chamada de Capela de São João ou Capela dos Torgais, foi edificada em 1889, por D. Luís Gonzaga.

Rua 18 de Julho, Fundão, Barroca, Portugal

Em 1522, Bucelas pertencia ao 3º Bairro de Lisboa, sendo, então, Vila de Rei a povoação principal.

Rua General Humberto Delgado (N116), Bucelas, Vila do Rei, Portugal