Capela de São Roque, Arsenal da Marinha

Categoria: Capelas

A reconstrução do Real Arsenal nos terrenos da Ribeira das Naus após o Terramoto de 1755, permitiu aos homens com profissão de Carpinteiros de Machado obterem, no ano seguinte, um Alvará régio que autorizava a construção dentro da Ribeira das Naus, de um edifício em madeira para servir de Capela de São Roque. Esta construção foi desactivada, quando é autorizada a construção de uma nova Capela em alvenaria de “pedra e cal”, que foi sagrada no ano de 1761 (segundo provisão de 9 de Julho, in Livro de Registos de Provisões de 1760-1766), pelo Patriarca D. Francisco Saldanha da Gama, sendo-lhe atribuídos privilégios ao Altar desta Capela “para que a Missa que nelles se celebrar por qualquer Sacerdote Secular ou Regular”.

A responsabilidade do culto ficou a cargo da Irmandade do Glorioso São roque dos Carpinteiros de Machado, da qual só faziam parte os Irmãos com a profissão de carpinteiro de Machado e seus familiares. 

Contactos e Horário

Gabinete de Relações Públicas do Ministério da Marinha

Distrito Lisboa
Concelho Lisboa
Direitos de Autor ou de Imagem

João Pécurto | Santa Casa da Misericórdia de Lisboa

Bibliografia

Pinto, Helena G., Cronologia Histórica da Irmandade de São Roque dos Carpinteiros de Machado, 2012 

Localização

Arsenal da Marinha, Avenida da Ribeira Naus e Rua da Alfândega, São Nicolau, Lisboa, Portugal

Pontos de Interesse: Sugestões

A capela foi construída no século XVII, no extremo nascente da povoação, no fundo de um vale encaixado e junto a um ribeiro. 

EN 315 até Sambade e depois segue para Vila Nova, Alfândega da Fé, Sambade, Portugal

No medievo território da freguesia de São Miguel de Cepães, actual freguesia de São Miguel das Marinhas, localizam-se vários monumentos de cariz religioso, destacando-se a Capela de São Roque,...

Rua do Marco, Esposende, Marinhas, Goios

Capela construída provavelmente no século XVIII. Em 1998, a Comissão Fabriqueira promoveu as obras de restauro, que incluíram: alteamento das fachadas, remoção dos rebocos das paredes.

Lugar de Cima do Povo, em Quintela, Vila Real, Vila Marim, Portugal