Capela de São Roque, Arsenal da Marinha

Categoria: Capelas

A reconstrução do Real Arsenal nos terrenos da Ribeira das Naus após o Terramoto de 1755, permitiu aos homens com profissão de Carpinteiros de Machado obterem, no ano seguinte, um Alvará régio que autorizava a construção dentro da Ribeira das Naus, de um edifício em madeira para servir de Capela de São Roque. Esta construção foi desactivada, quando é autorizada a construção de uma nova Capela em alvenaria de “pedra e cal”, que foi sagrada no ano de 1761 (segundo provisão de 9 de Julho, in Livro de Registos de Provisões de 1760-1766), pelo Patriarca D. Francisco Saldanha da Gama, sendo-lhe atribuídos privilégios ao Altar desta Capela “para que a Missa que nelles se celebrar por qualquer Sacerdote Secular ou Regular”.

A responsabilidade do culto ficou a cargo da Irmandade do Glorioso São roque dos Carpinteiros de Machado, da qual só faziam parte os Irmãos com a profissão de carpinteiro de Machado e seus familiares. 

Contactos e Horário

Gabinete de Relações Públicas do Ministério da Marinha

Distrito Lisboa
Concelho Lisboa
Direitos de Autor ou de Imagem

João Pécurto | Santa Casa da Misericórdia de Lisboa

Bibliografia

Pinto, Helena G., Cronologia Histórica da Irmandade de São Roque dos Carpinteiros de Machado, 2012 

Localização

Arsenal da Marinha, Avenida da Ribeira Naus e Rua da Alfândega, São Nicolau, Lisboa, Portugal

Pontos de Interesse: Sugestões

A Capela foi construída entre 1599-1601, na sequência de um voto para que cessasse o surto de peste que grassava na aldeia.

Rua de São Roque, Valongo, Alfena

A Capela de São Roque foi mandada construir pelos devotos para pedir protecção das pestes, como ficou inscrita na lápide de pedra: “FEITA PELOS DEVOTOS D’ESTA VILLA PELA PESTE DE 1580”.

Largo de São Roque, Vila do Conde, Portugal

A ermida de São Roque foi mandada edificada por Mem Daver, no final do século XV ou inícios de XVI, nas suas propriedades denominadas do Faial.

Herdade do Faial, Alvalade, 7565-109 Alvalade, Santiago Cacém, Portugal