Capela de São Roque (Póvoa de Varzim)

Categoria: Capelas

Foi no burgo piscatório da Póvoa do Varzim que, em 1582, foi construída a Capela de São Roque, por iniciativa de Diogo Peres de São Pedro e sua mulher Maria Fernandes de Faria. O lugar onde foi construída a capela ficava na periferia da enseada do mar e próximo do ribeiro das Trempes ou das Lavadeiras como era referenciado em 1679, considerada uma zona estratégica do burgo. A capela ganhou maior relevo, quando ali foi colocada uma escultura de São Tiago, que tinha sido encontrada na praia, sendo instituída uma confraria em 1741, sob a invocação de Santiago Maior.

A Capela de São Roque acabou por ser demolida com a reformulação viária da Rua de São Roque da Junqueira (actual Rua da Junqueira), tendo o templo sido reerguido um pouco mais ao lado, e já sob as expensas da Confraria de Santiago Maior.

Em 1887, o templo foi restaurado e ampliado. No interior do templo encontram-se esculturas de grande dimensão: no altar-mor, São Roque (na base, a inscrição: Maias Irmãos, Cidadelha, Castêlo da Maia, 1957); nos altares laterais, São Pedro (na base, a inscrição: Pintor Joaquim da Costa Oliveira, São Mamede de Coronado, Santo Tirso) e Nossa Senhora de Fátima.  

Direitos de Autor ou de Imagem Helena Gonçalves Pinto
Bibliografia

Gesteira, P. José Joaquim Martins, Memórias Históricas da Villa da Povoa de Varzim, Porto, Typ. de J.J. Gonçalves Basto, 1831

Localização

Praça da República, Póvoa de Varzim

Pontos de Interesse: Sugestões

A Capela de São Roque está integrada na Quinta de São Roque - Távora Correia.

Quinta de S. Roque, Coudelaria Távora Correia, Lugar de Moreno, Portugal

A capela foi construída no século XVIII, na actual Rua Actor Dias, mas, em 1979, o templo foi desmontado e reconstruído no Parque de São Roque da Lameira.

Parque de São Roque da Lameira, Rua de São Roque da Lameira, Porto, Campanhã, Portugal

Cruzeiro integrado num aglomerado urbano, constituído por um conjunto de edificações no interior da aldeia. 

Largo de S. Roque, Vilares de Baixo, Alfândega da Fé, Vilares de Vilariça, Portugal