O Governo Civil aprova os Estatutos da Irmandade dos Carpinteiros Navaes, erecta na sua antiga Ermida de S. Roque no Arsenal da Marinha (3 de Abril).

O texto não faz qualquer referência ao culto a São Roque e a Irmandade passa a ser uma associação de socorros mútuos, perdendo o seu carácter religioso.