A Irmandade manda imprimir a Novena ao Glorioso São Roque “e será muito do agrado de Deos Se faça nos dias, que finalizemm naquelle da sua festividade, porque pella sua intercessão serão livres do contagiozo mal do pecado, e conseguirão a eterna Gloria” (AZEVEDO, António de Freitas e, 1781).