Apoio e Mecenato

A Irmandade de São Roque desenvolve anualmente diversas actividades,de caracter cultural e religioso, como são exemplo as edições de Livros sobre o Património da Irmandade, de CD's de Músicas Religiosas, bem como a realização de um de Auto de Natal, que envolve mais de 200 crianças, jovens e idosos que frequentam os Equipamentos da Santa Casa da Misericórdia, num projecto que se constrói anualmente o longo de vários meses e termina com várias apresentações ao público na Igreja de São Roque.

Para fazer face as estas e outras actividades, a Irmandade tem sentido necessidade de complementar o financiamento recebido da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, no âmbito da sua constituição e relação, com outros modelos que envolvem a sociedade civil e o tecido empresarial: patrocínios, donativos, bem como a receita resultante da venda dos materiais editados e outros de cariz religioso, que se encontram disponíveis no Espaço Irmandade (loja).

 

Consignação de 0,5% do seu IRS

A partir de 2014, a Irmandade é oficialmente beneficiária da consignação dos 0,5% do IRS de todos os contribuintes que voluntariamente nos indicam no preenchimento da sua declaração anual, constituindo este acto um contributo muito importante para a viabilização e melhoria de muitas das iniciativas realizadas junto de crianças, jovens, idosos e de pessoas portadoras de deficiência, no âmbito da nossa Missão.

Assim, a Irmandade da Misericórdia de São Roque de Lisboa convida todas as pessoas a apoiar o seu projecto através deste modelo, que tem um impacto tão positivo na sua actividade, sem com isso aportar qualquer custo adicional:

Na folha de rosto do IRS > na linha 1101 > quadro 11 > seleccione "Instituições Religiosas" com um X e indique o NIF da Irmandade > 501627642

 

consignacao irs 2015

 

Todos os projectos e actividades desenvolvidas pela Irmandade de São Roque são regulamente apresentadas no Plano de Actividades, no Relatório de Actividades e Contas e na Agenda deste site, podendo ser publicamente consultadas.

O Relatório e Contas da Irmandade é anualmente submetido à aprovação do Patriarcado de Lisboa.