Irmandade da Misericórdia e de São Roque de Lisboa

Nascida da gratidão de alguns dos que sobreviveram à terrível peste que assolou Lisboa no início do séc. XVI, dizimando cerca de dois terços da população, a Irmandade tem mantido vivo o culto a São Roque.

Em 1990 passou a ser Irmandade de Misericórdia e incorporou por fusão, desde 2011, a primitiva Irmandade de Misericórdia de Lisboa, dedicando-se agora, também, à prática das Obras de Misericórdia Espirituais por amor ao próprio e na alegria da Evangelização.  

Pedro Pestana de Vasconcelos (Irmão-Provedor)